• José Rosa

PARGO NA BRASA


Os peixes vermelhos são muito saborosos, isto é uma unanimidade no mundo. Um deste peixes que gosto muito é o Pargo É um peixe que tem uma textura firme e muito parecida com a do linguado, porém o seu sabor é único.

O Pargo é o nome popular destes peixes pertencentes as famílias Sparidae, Lutjanidae e Haemulidae. Todas estas espécies têm em comum a forma do corpo arredondada e verticalmente achatada e a presença de dentes caninos.

O importante no preparo do peixe na brasa é que ele tem que ser fresco e seu preparo não exige muito a se fazer. Na minha opinião o ideal é desfrutá-lo da maneira bem simples: salpicar sal, um pouco de alho , salsinha e aplicar calor. Os sabores e texturas do Pargo exprime-se assim, da forma mais pura. Toda o segredo da confecção se concentra no ponto do calor da brasa, isto é uma arte, como o tradicional churrasco.

RECEITA

Esta receita é muito popular no nordeste do Brasil e originalmente é preparada na brasa, mas é possível utilizar o forno para o seu preparo.

Ingredientes:

1 Pargo de aproximadamente 800 g

1 xícara de cebolinha verde

1 ramo de salsinha

1 colher de sobremesa de sal grosso

2 dentes de alho amassados

1 limão

azeite de oliva

Modo de preparo:

1.Faça três cortes nas laterais do peixe para que o tempero penetre bem.

Tempere com o sal, o alho, a salsa, a cebolinha, o limão e regue com azeite. Deixe descansar por meia hora.

2. Leve então o peixe a assar na churrasqueira , o peixe está bom, quando se solta sozinho da grelha. 3. Prepare o molho. Pique finamente os alhos, a salsa e os coentros e um pouco de sumo de limão. Junte o azeite e misture. Deixe tomar gosto uns minutos. 4. Assim que o peixe estiver grelhado, retire-o da grelha, tempere de imediato com o molho e sirva de seguida.

Harmonizando o Pargo com Vinho

É preciso quebrar aquela regra que toda carne branca tem ser harmonizada com vinho branco e carne vermelha com tinto.

As regras de harmonização foram criadas para melhorar a experiência de uma boa refeição e neste caso cada um tem um paladar e deve fazer suas próprias criações. Sempre que pensar em harmonizar , alem de pesquisar as opiniões dos Somelliers você deve também testar para fazer suas combinações e só então pensar em qual vinho e quanto quer investir. É obvio que os especialistas pretendem orientar para que você tente manter o vinho, o acompanhamento e o peixe com os sabores e aromas no mesmo patamar, este é o objetivo da harmonização. O importante é não agredir a bebida ou a comida.

No caso aqui , o Pargo , que é um peixe delicado como o robalo, linguado, tilápia e haddock , eu diria que os vinhos brancos cítricos e frescos serão bem indicados. Eu sugiro vinhos das uvas Sauvignon Blanc, Verdejo, Pinot Grigio, Alvarinho, Vinho Verde e Muscadet.


995 visualizações

As imagens apresentadas neste site são meramente ilustrativas. Os produtos apresentados estão sujeitos a variações de preço conforme determinação dos respectivos e-commerces. Qualquer dúvida favor entrar em contato através do
e-mail  contato@wineandfood.com.br