• José Rosa

CARNE SECA COM ABÓBORA, O FAMOSO JABÁ COM JERIMUM!


A carne seca já existe a mais de 5 mil anos e alguns historiadores relatam existir registros de sua existência a mais tempo ainda, no antigo Egito e até de que ela já existia na pré-história.

No Brasil, a carne-seca também é chamada carne do Ceará, ceará, carne do sul, charque, carne-velha, jabá, iabá,carne de sol, sambamba e sumaca.

São mantas de carne, em geral carne bovina, submetidas a processo de salga, e empilhadas em lugares secos, para desidratação e melhor conservação. São muito consumidas em receitas de norte a sul do Brasil, mas principalmente do Nordeste.

Não é raro a utilização dos termos "carne-seca", "charque" e "carne de sol" como sinônimos mas no entanto, existem diferenças entre elas. A principal diferença está no modo de preparação.

CARNE SECA

O método de conservação da carne seca ou jabá é a salmoura e pode ser trabalhada industrialmente. O processo de preparação é quase igual ao do charque, com pouca diferença.

A carne-seca é colocada manualmente em pouca salmoura, empilhada e exposta por pouco tempo ao sol; o produto final mantém algumas características do corte original.

CHARQUE

Para a preparação do charque, a carne é cortada em ‘mantas’ ,pedaços delgados, e salgado com uma cobertura de aproximadamente, 2 cm de sal e depois empilhado uma sobre a outra e colocado em ambiente bem ventilado. As mantas empilhadas, nesse processo, são periodicamente mudadas de posição, formando novas pilhas para melhor desidratação. Após a desidratação as mantas são lavadas para a retirada do excesso de sal e em seguida, são colocadas nos varais onde, normalmente, fica por um período de 8 horas exposto ao sol, durante um período que não passa de 4/5 dias.

Atualmente, as grandes empresas que preparam a carne em forma de ‘charque’ ou de ‘carne seca’, usam maquinarias e métodos modernos para salinização e desidratação dessas carnes.

CARNE DE SOL

A carne, in natura, após ter sido cortada em mantas e salgada é exposta em locais de grande ventilação, ‘ao ar livre’. Por chamar-se ‘carne de sol’, poderia se presumir que a carne ficasse exposta ao sol, mas a verdade é ao contrario, porque a sua preparação se dá no período noturno e, sua secagem ocorre através boa ventilação. A quantidade de sal usada na sua preparação é menor do que a da carne seca. A carne de sol é de preparo artesanal e praticamente sem fins comerciais e também é um produto perecível e deve ser mantido sob refrigeração.

Abobora ou Jerimum

Fruto da aboboreira, também conhecido como jerimum nas regiões Norte e Nordeste, a abóbora está bastante presente na culinária nacional. Fruto rico em minerais e vitaminas, tem betacaroteno com ação antioxidante e suas fibras e a água ajudam a regular o intestino.

Suas sementes também comestíveis, contém ferro, zinco, potássio e magnésio e podem ser aproveitadas como aperitivos.A polpa, sua parte mais conhecida e consumida, empresta sabor a pratos doces e salgados. O doce de abóbora com ou sem coco faz parte da memória e doçaria nacional há vários séculos e sua combinação com carnes ensopadas ou em sopas é excelente fonte de betacaroteno e não prende o intestino.

A famosa Carne Seca com Abóbora Jabá com Jerimum

Com certeza esta é uma comida bem típica, principalmente no Nordeste.Uma carne seca dessalgada e bem temperada com abóbora sem dúvida fica muito gostoso. Você pode preparar com a receita abaixo e servir com o arroz de sua preferência e uma gostosa salada. Aproveitem esta deliciosa receita!

Ingredientes:

Água: 2 litros

Carne seca: 2kg, dessalgada e cortada em cubos

Óleo: 4 colheres de sopa

Alho: 1 dente picado

Cebola: 2 unidades, picadas

Abóbora: 800 g, cortados em cubos

Salsinha: 7 colheres de sopa, picadas

Cebolinha: 3 unidades, picadas

Sal: a gosto

Modo de preparo:

1. Ferva 1 litro água com a carne por 5 minutos, escorra e reserve;

2. Em uma panela de pressão, junte o óleo, o alho, a cebola e a carne e frite até começar a dourar;

3. Adicione a água restante, tampe e deixe cozinhar por 30 minutos (lembre-se de só contar o tempo após a panela começar a chiar;

4. Após esse tempo, deixe a pressão sair da panela, verifique se a carne está macia e, caso esteja, adicione a abóbora, cozinhando por mais 10 minutos, sem a tampa;

5. Tempere com sal e polvilhe as ervas;

6. O rendimento é de 4 porções. Bom apetite!


1,265 visualizações

As imagens apresentadas neste site são meramente ilustrativas. Os produtos apresentados estão sujeitos a variações de preço conforme determinação dos respectivos e-commerces. Qualquer dúvida favor entrar em contato através do
e-mail  contato@wineandfood.com.br