• José Rosa

VEGA SICÍLIA - UM ÍCONE ESPANHOL


No século XII, a Rainha Dona Urraca I de Castela e Leão ofereceu a um dos seus mais fieis vassalos a posse da Quinta Vega-Sicília que, séculos depois, seria conhecida em todo o mundo pela qualidade dos vinhos que nela elaboram-se.

Vega Sicília é uma bodega espanhola que faz parte do grupo das dez melhores do mundo. Os vinhos da Vega Sicilia são produzidos na região de Ribera del Duero.

A família Alvarez, atual dona da Vega Sicilia, comprou a empresa em 1982. O rigor se mantém e quando a safra não é boa, não se faz sequer a colheita.

A HISTÓRIA

Dona Urraca I de Leão e Castela, chamada de Urraca, A Temerária, foi rainha de Castela e Leão e da Galiza, aclamada “suo jure” ( suo jure é uma frase em Latim que significa "de seu pleno direito") como Imperatriz de Todas as Espanhas, título que equivaleria ao de Rainha da Espanha.

A Bodega Vega Sicilia foi fundada em 1864 por Don Eloy Lecanda, com o objetivo de produzir vinhos tintos tão bons quanto os de Bordeaux. Naquela época, nos 140 hectares da propriedade, são plantadas 18.000 videiras de três variedades até então desconhecidas na Espanha: Cabernet Sauvignon, Merlot, Malbec e Pinot Noir. plantando-as, ao lado da variedade ícone do país, a uva Tinto Fino, clone da Tempranillo, nos áridos solos da região.

A reputação da vinícola começou a ser criada a partir de 1903, sob o domínio de Antonio Herrero, conquistando inúmeros prêmios e comercializando também seus vinhos internacionalmente.

Mas o primeiro Vega Sicilia só surgiu por volta de 1915, pelas mãos de Domingo Garramiola "Txomin". A partir de então, começa a venda de um vinho que, o marquês de Riscal introduz nos salões da aristocracia e das elites económicas.

Sua história se inicia em 1848, quando a Família Toríbio Lecanda adquiriu as terras do Marquês de Valbuena, uma propriedade utilizada, na época, para atividades agropecuárias. Em 1864, Eloy, filho de Toríbio, fundou a Bodega, dando início às primeiras produções com cepas procedentes da França.

Assim, em 1915, nascem os dois excepcionais vinhos que conhecemos até hoje: o Valbuena e o Único. Foram lançados, não para seguir o simples propósito de se fazer vinho, mas como uma amostra que simbolizasse o Poder. Por isso, sua distribuição inicial não atendia a uma proposta comercial e sim à classe da alta burguesia e à aristocra

Ao longo dos anos, a vinícola passou por diversos proprietários, sempre mantendo no entanto, uma inquestionável personalidade, produzindo vinhos concentrados, amadurecidos em carvalho, generosos e extremamente elegantes.

A propriedade mudou de donos diversas vezes antes da atual aquisição pela família Alvarez, em 1982.

A LOCALIZAÇÃO

Localizada na região de Castilla Y Léon, na área da D.O. Ribeira Del Duero, próxima à cidade de Valladolid, a Vega Sicilia possui cerca de 900 hectares dos quais 200 são cobertos por vinhedos cuja maioria das cepas é de Tempranillo, com uma minoria de Cabernet Sauvignon, Merlot e Malbec que entram na composição do blend de seus vinhos.

OS VINHOS

Vega Sicilia adotou processos meticulosos durante a produção dos seus vinhos. Nas vinhas, os rendimentos são controlados rigorosamente, onde ocorre também uma colheita e uma seleção de uvas precisas.

Já na adega os vinhos passam por enormes barris de carvalho, antigos e novos, que, apesar do envelhecimento prolongado, como por exemplo o vinho Unico envelhecimento por mais de 15 anos, apresentam sabores e aromas complexos – provando a excelente qualidade das matérias-primas de Vega Sicilia.

O maior, mais prestigioso e mais lendário vinho espanhol.Este é o Vega Sicilia Unico, vinho que dispensa apresentações. De elegância e classe incomparáveis, ele é único também em seu estilo, ao qual vem se mantendo fiel ao longo das décadas. Um dos maiores vinhos do mundo, e o mais emblemático da Espanha.

O grande Valbuena "5º" é outro vinho tinto superlativo, de muita classe, extremamente complexo, saboroso e sedutor. Trata-se de um exemplar que envelhece menos tempo em carvalho que o Unico, sendo lançado cinco anos após a colheita.

A Vega Sicilia possui também a vinícola de Alión, adquirida em 1991 com a ideia de se fazer um vinho mais moderno com a tradição da região Ribera Del Duero. Além disso, existem vários outros projetos sendo desenvolvidos em outras regiões. Na região da Hungria, por exemplo, em 1993, inicou-se o projeto da Bodega Tokaj Oremus que produz o Tokaji Aszú 5 Puttonyos, um dos vinhos de sobremesa mais nobres do mundo. Na região de Toro, uma das D.O. de Castilla Y León, o projeto da Bodega Pintia tem produzido o Pintia desde 2001. Outro projeto em Rioja, uma “joint venture” com franceses, produz os vinhos Mácan desde 2009.

Reveja o post

BAROLO - O REI DOS VINHOS E O VINHO DOS REIS

"O Barolo é um vinho produzido no noroeste da Itália, Província de Cuneo, região do Piemonte e sob DOCG ou "Denominação de Origem Controlada e Garantida". Ficou conhecido como o Rei dos Vinhos e o Vinho dos Reis. O nome Barolo está ligado à família Falletti, então Marqueses de Barolo, que iniciaram a produção dos vinhos na região."

#VEGASICÍLIA

63 visualizações

As imagens apresentadas neste site são meramente ilustrativas. Os produtos apresentados estão sujeitos a variações de preço conforme determinação dos respectivos e-commerces. Qualquer dúvida favor entrar em contato através do
e-mail  contato@wineandfood.com.br