• José Rosa

PRATO TÍPICO DA COZINHA NORDESTINA - BAIÃO DE DOIS

A história do Baião de Dois remonta aos tempos de grandes dificuldades do povo nordestino com as secas, quando a comida era escassa e nada podia se estragar ou desperdiçar.

Assim, o cearense uniu as sobras da cozinha – arroz e feijão com o pouco que tinha de carne seca e queijo de coalho – e surgiu assim esse saboroso prato da cozinha nordestina.

A ORIGEM DO NOME

O termo baião, que deu origem ao nome do prato, designa uma dança típica do Nordeste, por sua vez derivada de uma forma de lundu, chamada "baiano".


A origem do termo ganhou popularidade com a música Baião de Dois, parceria do compositor cearense Humberto Teixeira com o "Rei do Baião", o pernambucano Luís Gonzaga, na metade do século XX, que dizia assim:


Capitão que moda é essa? Deixe a trempe e a cuié

Homem não vai pra cozinha, que é lugar só de mulé.

Vou juntar feijão de corda numa panela de arroz

Capitão vá lá pra sala que hoje tem baião de dois

Ó baião que bom que sois

Se o baião é bom sozinho, que dirá baião de dois

Existe a versão mais hIstórica de que a origem cearense do prato é atestada também pelo folclorista Câmara Cascudo, citando como referência a obra de 1940, Liceu Cearense, de Gustavo Barroso.


O Baião de dois apesar de ser um prato típico do estado do Ceará, é muito apreciado também em algumas partes da região Norte do Brasil, como Rondônia, Acre, Amazonas e Pará.


Na Paraíba e Pernambuco, existe uma variante desse prato chamado de rubacão, onde no Sertão é bastante apreciado.

O baião, por ser uma mistura de dois elementos da culinária brasileira apreciados e de fácil acesso, o arroz e o feijão, é muito comum em áreas rurais. É possível perceber que ele é feito principalmente à noite para que seja aproveitado o restante do feijão cozido durante o dia.

Então vamos provar esta maravilha de prato?

RECEITA

INGREDIENTES

  • 1 xícara (chá) de feijão de corda

  • 500 g de carne-seca1 xícara (chá) de feijão de corda

  • 1 xícara (chá) de arroz

  • ½ cebola picada fino

  • 1 colher (sopa) de azeite

  • ½ colher (chá) de sal

  • 1 folha de louro

Modo de preparo:

1. Corte a carne-seca em cubos grandes de cerca de 7 cm - este tamanho é ideal para dessalgar a carne sem tirar completamente o sal e também para desfiar de um tamanho uniforme. Coloque numa tigela e lave em água corrente.


2. Cubra os cubos de carne com 5 xícaras (chá) de água fria. Cubra a tigela com um prato (ou filme) e deixe na geladeira por 24 horas - troque a água pelo menos uma vez durante este período.


3. Escorra a água e transfira a carne para a panela de pressão. Complete com água até a metade da panela, tampe e leve ao fogo médio. Assim que a panela começar a apitar, diminua o fogo e deixe cozinhar por 20 minutos. Desligue o fogo e espere toda a pressão sair antes de abrir (você pode colocar um garfo sob a válvula par acelerar o processo, mas isso encurta o tempo de vida da panela).


4. Despreze a água do cozimento, junte o feijão e repita o passo anterior, mas dessa vez deixe cozinhar por apenas 10 minutos. Atenção: o feijão não pode cozinhar demais e desmanchar. Após os 10 minutos de cozimento, desligue o fogo e, com um garfo, levante a válvula para tirar a pressão da panela.


5. Com uma pinça, transfira os cubos de carne para um prato e desfie com dois garfos - descarte os pedaços maiores de gordura. Sobre uma tigela, passe o feijão por uma peneira e reserve a água do cozimento.


6. Leve ao fogo médio uma panela média. Quando aquecer, regue com o azeite e acrescente a cebola. Tempere com o sal e refogue por cerca de 2 minutos, até murchar. Acrescente o arroz e mexa bem por cerca de 1 minuto para envolver todos os grãos com o azeite.


7. Meça 2 xícaras (chá) da água do cozimento reservada e regue sobre o arroz. Junte a folha de louro, misture e deixe cozinhar em fogo médio. Assim que a água começar a secar e atingir o mesmo nível do arroz, diminua o fogo e tampe parcialmente a panela. Deixe cozinhar até o arroz absorver toda a água - para verificar, fure o arroz com um garfo e afaste alguns grãos do fundo da panela.


8. Desligue o fogo e mantenha a panela tampada por 5 minutos para que os grãos terminem de cozinhar no próprio vapor. Enquanto isso, prepare o refogado.


PARA O REFOGADO

INGREDIENTES

  • 200 g de queijo de coalho em peça

  • 70 g de bacon em cubos

  • 1 cebola roxa

  • 2 dentes de alho

  • 2 colheres (sopa) de manteiga de garrafa

  • 3 talos de cebolinha fatiada

  • folhas de coentro a gosto

  • sal e pimenta-do-reino moída na hora a gosto


MODO DE PREPARO


1. Descasque e pique fino a cebola e o alho. Corte o queijo de coalho em cubos de 1 cm.


2. Leve ao fogo médio uma frigideira grande, de preferência antiaderente. Quando aquecer, acrescente 1 colher (sopa) de manteiga de garrafa e junte os cubinhos de queijo. Deixe por cerca de 2 minutos, até descolar do fundo, e mexa com a espátula para dourar por igual. Transfira para uma tigela e reserve.


3. Mantenha a frigideira em fogo médio e adicione o restante da manteiga de garrafa. Acrescente a cebola e refogue até murchar. Junte os cubos de bacon e deixe cozinhar, mexendo de vez em quando, até começar a dourar. Adicione o alho e mexa por mais 1 minuto.


4. Adicione a carne-seca desfiada e mexa por cerca de 2 minutos para aquecer. Acrescente ½ xícara (chá) da água do cozimento reservada e misture bem - isso vai deixar o baião de dois mais molhadinho. Desligue o fogo, junte o feijão e misture bem.


5. Abra a panela do arroz, solte os grãos com um garfo e transfira para a frigideira com o refogado. Misture bem, prove e acerte o sal e a pimenta. Junte os cubinhos de queijo dourados e a cebolinha. Misture e finalize com folhas de coentro.

Fontes:

receitasgnt.com.br

ecodesenvolvimento.org

panelinha

wikipedia

RECENTES

Blog Amigo

PESQUISA POR TAGS
ARQUIVOS
  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Pinterest Social Icon
  • Instagram Social Icon

As imagens apresentadas neste site são meramente ilustrativas. Os produtos apresentados estão sujeitos a variações de preço conforme determinação dos respectivos e-commerces. Qualquer dúvida favor entrar em contato através do
e-mail  contato@wineandfood.com.br